Resistência

por Rafa

Pequena dica guitarristica que eu acho que pode ser transposta pra qualquer situação:

As coisas no mundo SEMPRE (repito: SEMPRE) seguem o caminho da menor resistência.

Um raio, quando cai, faz aquele enorme arranhão no céu todo retorcido porque é exatamente este caminho onde há menos resistência elétrica. Se cair em linha reta fosse menos resistente, assim ele cairia.

Um rio flue por onde, justamente, há menos retensões.

Isso vale para tudo. Inclusive pra você enquanto estiver estudando.

Ou seja: se uma passagem, solo ou sequencia de acordes está muito difícil, é provável que você não esteja fazendo aquilo da forma mais simples e menos resistente possível. Obviamente, existem outras variáveis em jogo, mas no geral, se algo tá muito difícil é porque, em parte, nós estamos complicando as coisas.

É o que os grandes músicos fazem, e que a gente costuma chamar de “pulo do gato”: o sujeito tem a manha de fazer o negócio de uma forma infinitamente mais fácil, tocando de forma menos resistente.

Anúncios