Saindo da fôrma

por Rafa

Ontem fechei a primeira sessão do primeiro volume método que eu to estudando. Na última lição, um pequeno pulo do gato:

Sabe-se que a guitarra é um instrumento em que são usadas varias fôrmas de digitação para montar as escalas e os acordes. Quanto mais fôrmas o sujeito domina, melhor (ao menos em parte) é o seu desempenho guitarrístico

Cada forma de escala é composta de notas ao longo de uma sequencia de quatro casas do braço do instrumento, uma para cada dedo da mão esquerda. Da pra colocar.

Eventualmente, será necessário tocar notas fora deste espaço de quatro casas, para tocar notas diatonicas ou cromáticas.

Quando isso acontece, a regra que o método estabelece é que o guitarrista alcance as notas de fora da fôrma com os dedos 1 e 4 (indicador e mindinho) e deslize estes dedos de volta para o espaço da forma, ao invés de mexer o resto da mão.

A mão nunca sai do lugar.

Anúncios